Especiais
Mano Menezes comemora visibilidade obtida no Corinthians
Técnico diz que é importante ter novos desafios na carreira

A passagem de 2005 a 2007 pelo Grêmio projetou o técnico Mano Menezes nacionalmente. Em 2008, o treinador assumiu a responsabilidade de tirar o Corinthians da Série B e ainda levou o time à final da Copa do Brasil. Neste ano, o comandante conquistou o título paulista de forma invicta tendo no time o craque Ronaldo. Em alta no Parque São Jorge, Mano fez um balanço positivo do trabalho longo realizado na equipe e comemorou a visibilidade alcançada no Timão.

– Está valendo muito a pena. Um técnico precisa ter novos desafios na carreira. Passar por aqui é importante e marcando com título, melhor ainda. Sem dúvida credencia muito o trabalho de um profissional – declarou nesta segunda em entrevista ao Arena Sportv.

Mano diz que não existe receita pronta para permanecer por mais tempo nos clubes. Segundo ele, além dos resultados, a relação de confiança com a direção é fundamental.

– Principalmente pelos resultados. Aliado a isso, há um relacionamento capaz de produzir uma segurança e uma confiança de que o trabalho está sendo bem encaminhado. Fazer jogadores jovens crescerem também é importante – explicou.

Sobre o relacionamento com Ronaldo, Mano salientou que o jogador mostra humildade dentro do grupo:

– O grande jogador sabe o espaço que ocupa e a responsabilidade que tem. O Ronaldo entende isso e tem nos ajudado muito, com o trabalho no dia-a-dia. Quase nunca preciso falar nada para os outros, pois tenho um exemplo ali, de um cara vencedor, que deu a volta por cima – observou.

Questionado a respeito do aproveitamento do Fenômeno no Brasileirão, o treinador descartou fazer qualquer projeção. O atleta será avaliado jogo a jogo.

– O planejamento para o Ronaldo obedece cada semana. Ele pode atuar em dois, três jogos na sequência, deesde que determinada partida não seja tão desgastante. Momentaneamente temos Souza e Otacílio Neto como opções, caso ele não possa atuar – afirmou.

O Corinthians estreia no Campeonato Brasileiro diante do Inter, domingo, às 16h, no Pacaembu. Ao falar dos times que chegam mais fortes na competição, Mano evitou qualquer projeção:

– É difícil dizer que temos um dos cinco melhores plantéis do Brasil. No início do Paulista, era o Palmeiras. No fim do ano passado, era o São Paulo e agora se fala que é o Inter. Nós temos que nos qualificar sempre no futebol. Clube grande é isso. Temos que contratar com critério – afirmou.

----------
Fonte: ClicRBS
Data de publicação: 04/05/2009


• Especiais Anteriores
• Vídeos

 Roda Viva: Mano diz que é contra teto salarial